Produtos Geek e Nerd

Geek Place - Produtos Geek e Nerd

TV ABCID

Assista os nossos vídeos

Twitter

Siga-nos no Twitter

Tendências de mercado são o foco do 2º Encontro Alagoano de Lan Houses

 Inclusão digital, multiserviços e responsabilidade social. Essas são as novas tendências de mercado que serão apresentadas aos participantes do 2º Encontro Alagoano de Lan Houses, que será realizado no dia 26 de novembro, das 8h30 às 17h, no auditório do Sebrae Alagoas, em Maceió.



O evento terá como tema “Novas perspectivas para as lan houses em Alagoas”. O objetivo, além da troca de experiências, é romper com os paradigmas negativos cristalizados na sociedade sobre lan houses ilegais e como espaços para jogos, e apresentar, através de debates e palestras, o modelo de empreendimento considerado padrão de qualidade para Alagoas. Agora, o foco das lan houses é em resultado, faturamento e público diversificado.



Na programação está prevista a participação de Silvio Meira, professor titular de Engenharia de Software do Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e cientista chefe do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife (C.E.S.A.R.). Ele já foi considerado pela revista Info Exame uma das 100 pessoas mais importantes da tecnologia da informação no Brasil.



Além dele, Mário Brandão, presidente da Associação Brasileira de Centros de Inclusão Digital (ABCID), também estará no evento e falará sobre “Lans, Cybers e CIDs, perspectivas do negócio e a necessidade de reinvenção e união para o crescimento”.



Novas perspectivas - O consultor do Sebrae Alagoas César Araújo relatou que 70% da receita de uma lan house moderna é gerada com multiserviços. Como exemplo, destacou um estabelecimento no Estado que disponibiliza espaço para venda de cosméticos, sucos energéticos, seguros, catálogos, planos de saúde, e ainda possui computadores equipados para o acesso de deficientes visuais, reforçando o compromisso com a inclusão digital e a responsabilidade social.



“É preciso mudar o conceito de fazer lan house e agregar serviços para torná-la mais competitiva e atraente”, declarou César, acrescentando o compromisso do Sebrae em investir na formação gerencial com foco no atendimento e marketing. Segundo o consultor, esse investimento já surtiu efeitos positivos, e uma nova consciência de gestão empresarial já está sendo implantada em Alagoas.



Além da mudança de atitude, os empresários também precisam se adequar à nova nomenclatura. Conforme o Projeto de Lei 4361/04, encaminhado ao Senado, as lan houses passarão a se chamar Centros de Inclusão Digital, ganhando um status especial de interesse social para a universalização do acesso à Internet.



Se aprovada, a lei beneficiará os estabelecimentos, principalmente, no acesso ao crédito, pois terão prioridade nas linhas de financiamentos especiais para a aquisição de computadores, por exemplo; além disso, serão permitidas parcerias com a União, Estados e municípios para aumentar o acesso da população ao mundo virtual. E há ainda a possibilidade de criação de um selo para as lan houses que cumprirem a lei.



Para César Araújo, o aperfeiçoamento foi necessário para enquadrar os empresários na nova dinâmica de mercado. “E muito desses resultados se deram a partir do Projeto Inclusão Digital Através de Lan Houses”, esclareceu o consultor do Sebrae Alagoas.



Projeto - Lançado no segundo semestre de 2010, o Projeto Inclusão Digital Através de Lan Houses visa alfabetizar digitalmente 50 mil alagoanos, por meio da educação a distância, e elevar o nível de formalização e de capacitação técnica e gerencial das lan houses. O projeto é desenvolvido apenas nos Estados de Alagoas e Goiás, e já revela resultados produtivos.



Desde seu início, o número de participantes do projeto passou de 30 para 106. E com a parceria do Sebrae, Instituto de Tecnologia em Informática e Informação (Itec) do Estado de Alagoas, Associação Alagoana de Centros de Inclusão Digital (AALCID), Secretaria de Articulação Social do Governo do Estado de Alagoas e Empresa Geranegócio, atualmente, as áreas atingidas pelo projeto são Maragogi, São Miguel dos Campos, União dos Palmares, Arapiraca, Delmiro Gouveia, Grande Maceió (Paripueira, Marechal Deodoro, Rio Largo, Satuba e Maceió) e Palmeira dos Índios.



O 2º Encontro Alagoano de Lan Houses pretende atrair pessoas que ainda não se adequaram ao novo modelo de serviços oferecidos, bem como ampliar a visão daqueles que já estão inseridos no Projeto, mostrando que estão no caminho certo para o melhor desenvolvimento da empresa.



A expectativa é de um público de mais de 200 pessoas. As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas com antecedência pelo email serviços@al.sebrae.com.br. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (82) 4009-1744 ou 4009-1687.

 

Fonte: http://gazetaweb.globo.com/v2/tecnologia/texto_completo.php?c=9448

style="display:inline-block;width:160px;height:600px"
data-ad-client="ca-pub-8894684686016608"
data-ad-slot="8414093256">

Vídeo

Parceiros

Quem está online

No momento há 0 usuários e 0 visitantes online.

Qual melhor horário pra você participar de uma reunião online?: