Produtos Geek e Nerd

Geek Place - Produtos Geek e Nerd

TV ABCID

Assista os nossos vídeos

Twitter

Siga-nos no Twitter

Nota de Repúdio contra veiculação negativa da Vivo denegrindo a imagem das Lan Houses

Fomos todos supreendidos recentemente com a disseminação de um video da Operadora VIVO que denigre de maneira assintosa e denota de maneira extremamente perjorativa o que seria estar em uma lan house. É fato que a tentativa pretende arregimentar clientes pintando com cores desagradáveis o que representa a alternativa de acesso de um terço de todos os brasileiros que acessam a internet no país, popularmente falando, pescar no aquário dos outros.

No entanto, alguns elementos precisam ser considerados a respeito:

Em primeiro lugar, viver em espacos coletivos, torna as pessoas sujeitas a diversas situações, já que eles acontecem em quaisquer espaços, sejam lan houses, shoppings, cinemas, teatros, praças, escolas ou qualquer outro que se possa imaginar e não são, portanto, possibilidades exclusivas de lan houses.

Em segundo, as chances de se vivenciar aquela circunstância são mínimas, poderia acontecer até mesmo enquanto um cliente espera atendimento dentro de uma loja da própria Vivo, que propaga que é favorável a que as pessoas se comuniquem, mas parece pretender propor uma maneira de viver isolado, como se a única forma possível e segura de se viver bem fosse estar conectado ao mundo apenas por um celular VIVO sem nenhum contato com outras pessoas.

Chamamos a atenção para um elemento que é maior que o fato de a VIVO estar de maneira assintosa denegrindo a imagem de todo um setor para se promover, que é o fato dela propor uma das formas mais cruéis de propaganda, aquela que valoriza que a pessoa para viver bem, precisa viver só, mantendo apenas e exclusivamente contato virtual com as demais pessoas para atingir sua felicidade.

Propagar essa visão distorcida é ignorar que somos seres que não nascemos para viver sós, somos seres sociais que precisamos do outro para nos formarmos, conhecer outras visões, crescermos enquanto pessoas, nos tornarmos principalmente mais tolerante com o próximo e eminentemente termos a empatia necessária para sermos seres humanos mais completos.

A falta de vivência social que é proposta pela Vivo como alternativa para a vida coletiva que se alcança nas lans e cybers desse país além de nociva às lans é um desrespeito a uma sociedade que se pretende mais tolerante, mais solidária e com mais amor ao próximo, é uma ode ao egoísmo e ao desvalor de terceiros como poucas vezes se viu na história, talvez no nazismo quando se publicava que os americanos eram vilões ou quando se publicava que comunistas comiam criancinhas, ou ainda quando se propagava que qualquer forma de viver diferente era inferior ou sem valor.

Hoje vivemos em uma sociedade de aceitação e convivência, e uma propaganda que além de demonstrar tremenda falta de conhecimento do que retrata ainda denigre o acesso de milhões de brasileiros de baixa renda e dissemina o ódio e a intolerância como ferramentas de marketing, merece mais que o nosso desagravo, merece nosso repúdio e indignação não apenas como donos de lans, mas como cidadãos que querem uma sociedade cada vez mais democrática, tolerante e conectada digitalmente, não privando-se da sociabilização entre as pessoas. 

 Equipe ABCID

Segue abaixo o vídeo que foi veiculado na mídia em SP e na internet, espalhado pelas redes sociais.

style="display:inline-block;width:160px;height:600px"
data-ad-client="ca-pub-8894684686016608"
data-ad-slot="8414093256">

Vídeo

Parceiros

Quem está online

No momento há 0 usuários e 0 visitantes online.

Qual melhor horário pra você participar de uma reunião online?: