Produtos Geek e Nerd

Geek Place - Produtos Geek e Nerd

TV ABCID

Assista os nossos vídeos

Twitter

Siga-nos no Twitter

Empreendedores e especialistas participam do I Encontro Alagoano de Lan Houses

Durante o evento, que reuniu mais de 250 pessoas, foi lançada a Associação Alagoana de Centros de Inclusão Digital (AALCID)

 Agência Sebrae de Notícias - AL

Quais as novas perspectivas para as lan houses em Alagoas? Esse foi o tema que reuniu cerca de 250 empreendedores e especialistas do segmento, no último sábado (11), em Maceió. O I Encontro Alagoano de Lan Houses, realizado pelo Sebrae Alagoas em parceria com o Governo do Estado, por meio do Instituto de Tecnologia em Informática e Informação do Estado de Alagoas (Itec) e da Secretaria de Estado do Planejamento e do Orçamento (Seplan), teve como objetivo mostrar aos participantes das oportunidades de mercado para o setor.

A programação contou com palestras, apresentações de casos de sucesso, painéis e debates, todos voltados para definir estratégias mercadológicas para que esse público-alvo conquiste novos espaços no mercado, de forma mais competitiva.
O encontro, que é uma das ações do Projeto de Inclusão Digital, foi uma maneira de integrar os empresários alagoanos e ampliar os canais de acesso a informação. Para Josilene Lopes e Alysson Salvador, proprietários de uma lan house em São Miguel dos Campos (AL), essa foi uma oportunidade de aprender um pouco mais.

“Nós precisávamos de um encontro como esse, pois estamos carentes de capacitação, especialmente no interior do Estado. Entrar em contato com tantas pessoas especializadas nos torna mais capazes também. Outra coisa bastante significativa é poder trocar experiências com outros empresários. Foi uma oportunidade maravilhosa, esperamos que mais encontros como esse sejam realizados”, declarou Josilene.

Para Roberval Cabral, diretor de Administração e Finanças do Sebrae Alagoas, o encontro é mais uma forma de mostrar às pessoas que a inclusão digital tem papel fundamental no desenvolvimento empresarial, social e político do Estado. “O Projeto de Inclusão Digital vai beneficiar 50 mil pessoas através das 120 lan houses, credenciadas pelo Sebrae, em Alagoas. As pessoas terão acesso a cursos de informática e poderão se capacitar para o mercado de trabalho. Vamos tornar as lan houses plataformas de transformação e desenvolvimento. Nesse encontro, os empresários e empreendedores darão mais um passo rumo a esse objetivo”, acredita o diretor.

“Estamos entusiasmados pela possibilidade de empreender, de fato, a inclusão digital em Alagoas. Mas, para que esses empresários não percam oportunidades, é necessário agregar valor ao seu produto, e o evento serve como uma forma para que eles encontrem esse caminho, porque inclusão digital engloba inclusão social, produtiva e educacional”, explicou Sérgio Moreira, secretário de planejamento e orçamento do Estado de Alagoas.

O dia também foi marcado pelo lançamento oficial da Associação Alagoana de Centros de Inclusão Digital (AALCID), resultado do Projeto Lan House, do Sebrae Alagoas. O objetivo da associação é fomentar e desenvolver ações no âmbito social e tecnológico, a fim de tornar o setor mais organizado e sustentável. Podem participar da associação todas as lan houses que desejarem adquirir novas parcerias, convênios, compras e ações conjuntas. Para participar, basta pagar a taxa de filiação, aderir ao código de conduta e assinar o termo de adesão.

Projeto de Inclusão Digital

Para a implantação da inclusão digital e as 120 lan houses, o Governo de Alagoas irá investir R$ 2,5 milhões, o que deve beneficiar cerca de 50 mil pessoas, por meio de cursos e outras ações nas comunidade carentes.
De acordo com Nelson Menezes, superintendente do Itec, Alagoas é o Estado mais atrasado do Brasil em inclusão digital, e, a perspectiva do projeto é alavancar esse processo. “Queremos mudar esse cenário no Estado. Sabemos que uma pessoa não incluída digitalmente é uma pessoa fora do mercado de trabalho. Inclusão digital está intimamente ligada à inclusão social”, falou Nelson.

Mesmo antes do projeto ser criado, em agosto de 2010, empresários do segmento de lan houses já vinham participando de ações de projetos do Sebrae Alagoas com foco na melhoria da qualidade da gestão desses negócios. Por isso, em apenas quatro meses de trabalho, já é possível colher bons resultados.

Além da criação da AALCID, das 10 empresas finalistas na etapa nacional no projeto Desafio Lan, desenvolvido pelo Sebrae, sete foram do Estado de Alagoas.

Outra ação é o cadastro e a pesquisa sobre o segmento de lan houses, feito pelo Sebrae com o objetivo de identificar e organizar esses pequenos negócios, tanto em Maceió como no interior do Estado. Até agora, já foram cadastrados e pesquisadas 175 lan houses na capital alagoana e em outras cidades.

Entre as ações desenvolvidas pelo Projeto de Inclusão Digital estão capacitações, consultorias, ações de associativismo e cooperativismo, marketing e de acesso a mercado, incentivo à formalização, entre outras.

“Lan House é um segmento empresarial independente, e sentimos a necessidade de buscar um parceiro forte como o Sebrae. Como já existia um projeto que começava a atender esse público, encontramos a forma de viabilizar o que não conseguiríamos sozinhos. No projeto, as lan houses vão se estruturar melhor enquanto negócio”, complementou Nelson Menezes.

http://www.itec.al.gov.br/sala-de-imprensa/noticias/2010/dezembro/empreendedores-e-especialistas-participam-do-i-encontro-alagoano-de-lan-houses

Empreendedores e especialistas participam do I Encontro Alagoano de Lan Houses

style="display:inline-block;width:160px;height:600px"
data-ad-client="ca-pub-8894684686016608"
data-ad-slot="8414093256">

Vídeo

Parceiros

Quem está online

No momento há 0 usuários e 0 visitantes online.

Qual melhor horário pra você participar de uma reunião online?: